Rinoplastia – Cirurgia do Nariz

/Rinoplastia – Cirurgia do Nariz
Rinoplastia – Cirurgia do Nariz 2018-05-14T16:04:04+00:00

A cirurgia estética do nariz constitui até nos dias atuais um dos maiores desafios para a Cirurgia Plástica. Partindo do princípio que não há beleza sem adequada função, o nariz deve ser entendido como uma unidade estética e funcional indivisível. Os refinamentos cirúrgicos são colocados à máxima prova durante uma rinoplastia, onde quaisquer erros, mesmo que por milímetros, podem comprometer consideravelmente o resultado do procedimento.

Quando posso operar meu nariz?
Não há uma idade ideal para submeter-se a uma rinoplastia, contudo, há a recomendação para que a cirurgia seja feita após a puberdade, tempo em que a formação das cartilagens e ossos nasais estará completa.

É possível corrigir problemas respiratórios (funcionais) junto com a estética?
Não apenas possível como altamente recomendado.
Muitos problemas na função respiratória podem ser causadores dos defeitos estéticos encontrados em determinados pacientes assim como deformidades estéticas graves podem ser determinantes em um mal funcionamento nasal. O cirurgião plástico ético, sério e responsável tem como primeira obrigação a de ser médico e zelar pela saúde e bem estar do seu paciente. Sendo assim, deve estar atento, questionar e investigar minuciosamente a função respiratória de todo candidato a uma rinoplastia, ainda que a queixa do paciente seja apenas estética. Somente através da correção funcional e estética concomitantes pode haver verdadeiro êxito em uma cirurgia nasal. Contudo, em situações onde os problemas respiratórios atingem altos níveis de gravidade e/ou são resultantes de alterações em outros órgãos e estruturas além do nariz, deve ser discutido com o cirurgião a possibilidade de realizar primeiro o tratamento funcional para em outro procedimento ser feita a correção estética.

Existe algum pré-operatório específico?
Geralmente o pré-operatório de uma rinoplastia segue o mesmo padrão de outras cirurgias e varia de acordo com idade, doenças existentes e tipo de anestesia. Em casos onde há passado com trauma nasal ou onde as alterações funcionais são mais severas, exames mais detalhados como a tomografia computadorizada e a nasofibrolaringoscopia podem ser necessários.

Qual tipo de anestesia? Quanto tempo de internação?
Pode ser utilizada a anestesia local geralmente associada a sedação ou a anestesia geral. O tempo de internação varia de 12 horas (anestesia local) até 1 dia (geral).

Esta cirurgia deixa cicatrizes?
As cicatrizes de uma rinoplastia variam de acordo com a técnica necessária para realizar o procedimento. Em correções mais simples, as incisões podem ser feitas apenas do lado de dentro do nariz, deixando cicatrizes imperceptíveis. Certos casos requerem cortes externos localizados na columela (estrutura entre as narinas) e/ou nas laterais das asas nasais deixando cicatrizes que, na maioria das vezes, são de excelente qualidade e tornam-se bem discretas após certo tempo.

Como é o pós-operatório? Dói muito? Incha muito? O que posso e o que não posso fazer?
O pós-operatório de uma cirurgia estética nasal pode ser dividido em duas fases distintas. Na primeira etapa, que compreende a primeira semana, as limitações são maiores. Durante esse período, a paciente ficará com um curativo externo que não poderá ser removido pois é responsável pela estabilidade óssea em casos onde a fratura nasal é necessária para a correção estética. Eventualmente são utilizados tampões nasais durante as primeiras horas após o procedimento os quais visam coibir quaisquer sangramentos maiores, porém, impossibilitam a respiração nasal sendo retirados no momento da alta hospitalar. A paciente deve dormir com a face voltada para cima e cabeça levemente elevada com o uso de travesseiros. Podem ocorrer pequenos sangramentos nasais nos primeiros dias assim como gosto de sangue na boca. A segunda etapa começa após a primeira semana quando o curativo externo e os pontos (quando existirem pontos externos) são retirados no consultório. Nesta fase, as atividades devem ser retomadas gradualmente até voltarem à normalidade em torno do 21o dia de pós-operatório.
A dor é rara e geralmente de fácil controle. O inchaço é grande no primeiro mês e regride lentamente até ceder totalmente por volta do 6o mês. Os “roxos” no nariz e em torno dos olhos são comuns e desaparecem após duas ou três semanas.

Quando terei o resultado final?
A cirurgia do nariz exige paciência. O inchaço apresenta uma regressão rápida inicialmente (1o mês) mas depois diminui lentamente dando a impressão de que nada mais está acontecendo. Somente após 6 a 8 meses podemos avaliar com exatidão o resultado de uma rinoplastia.

Posso escolher exatamente o nariz que quero ter?
A idéia de que qualquer tipo de nariz pode ser “feito” é a causa mais freqüente de insatisfação com a rinoplastia. O nariz é um órgão único porém faz parte do conjunto estético da face e por essa razão deve seguir regras de equilíbrio e proporcionalidade com os demais componentes do rosto. O cirurgião plástico capacitado está apto a realizar um estudo minucioso da forma e medidas mais adequadas para o nariz de cada paciente, levando em conta características raciais, familiares e individuais. O sucesso e a satisfação alcançados em uma cirurgia estética nasal é o resultado da adequação entre o desejo do paciente e as possibilidades existentes e passíveis de execução após a análise do cirurgião.
Se há falsas expectativas ou não há aceitação dos limites das mudanças que podem ser feitas, não recomendamos a realização do procedimento.