Gluteoplastia

/Gluteoplastia
Gluteoplastia 2018-05-14T16:37:02+00:00

Os contornos da face posterior do corpo, com destaque para a região glútea, são muito valorizados em nossa cultura. Uma cintura fina, coxas bem delineadas e nádegas arredondadas e volumosas fazem parte da escultura do corpo feminino perfeito. No Brasil, a mistura das raças, entre as quais se destaca a grande influência africana, determinou o surgimento de uma forma de glúteos que são conhecidos mundialmente por sua beleza e sensualidade. O clima tropical, a grande extensão das praias e a conseqüente maior exposição do corpo, aumentam a importância de obter um contorno agradável e harmonioso para a região glútea.

Há alguma contra-indicação para as próteses de glúteo?
Não. De maneira geral, qualquer paciente que manifeste o desejo de aumentar sua região glútea pode ser submetida ao procedimento.

Existe algum exame pré-operatório específico?
O pré-operatório da gluteoplastia com próteses segue os padrões de quaisquer cirurgias, variando os exames de acordo com idade, doenças prévias e tipo de anestesia.

Qual tipo de anestesia? Quanto tempo demora a cirurgia? Quanto tempo ficarei internada?
A anestesia mais utilizada é o bloqueio peridural mas a geral também é uma opção, principalmente em casos de procedimentos associados. A gluteoplastia com próteses demora cerca de 90 minutos para ser feita e o tempo de internação é de 1 dia.

Posso fazer uma lipoaspiração no mesmo ato cirúrgico da gluteoplastia?
Pode. Na verdade, na grande maioria dos casos a lipoaspiração das áreas em torno das nádegas tais como culotes, região posterior das coxas e flancos (laterais do abdome) é indicada em conjunto com a gluteoplastia para promover resultados ainda melhores nos contornos da região.

Quando devo fazer lipoescultura e quando devo optar pelas próteses para melhorar minha região glútea?
Os 2 procedimentos, tanto a lipoescultura (enxerto de gordura) quanto a gluteoplastia com próteses de silicone podem ser indicados para o aumento e definição dos contornos da região do bumbum. A opção por um tipo ou outro de procedimento é resultado de 3 fatores principais: o volume que se quer atingir (desejo da paciente), a quantidade de gordura disponível para ser lipoaspirada (e depois enxertada) e a experiência/preferência do cirurgião plástico.
Em nossa prática clínica recomendamos a associação dos 2 procedimentos na grande maioria dos casos. Utilizamos as próteses para atingir o volume requisitado pela paciente e realizamos a lipoescultura complementar para alcançar refinamentos nos contornos, aplicando (enxertando) a gordura apenas em pequenas quantidades. Acreditamos que com essa conduta, conseguimos alcançar resultados mais satisfatórios, harmoniosos e principalmente, muito mais previsíveis e confiáveis visto que os enxertos de gordura (como quaisquer outros tipos de enxertos), estão sujeitos aos processos de reabsorção podendo gerar diferentes resultados em áreas distintas, mesmo que tenham sido tratadas com a mesma quantidade de gordura.

Como é o pós-operatório? Dói muito? Quais são os cuidados necessários? Quando poderei me sentar?
A paciente recebe alta no 1 dia após a cirurgia e vai para casa já em uso de uma malha elástica compressiva (tipo bermuda) que será utilizada durante 3 a 4 semanas, podendo ser retirada para os banhos. Apesar de alguns colegas já autorizarem a paciente a ficar sentada logo nos primeiros dias, acreditamos que a manutenção de uma posição em decúbito ventral (deitada de barriga para baixo) deva ser adotada por pelo menos 1 semana. Neste período orientamos a paciente a sentar, com o máximo cuidado e em superfície acolchoada, somente quando for utilizar o banheiro. Os pontos são retirados a partir do 7o dia e até o final da segunda semana já estão completamente removidos. Nesta etapa a paciente é liberada completamente para sentar mas ainda com alguns cuidados. A dor é um sintoma pouco freqüente e de fácil controle quando presente. Os cuidados com a higiene são importantíssimos visto que a incisão é feita no sulco interglúteo (espaço entre as nádegas, próximo ao cóccix), uma região muito sujeita a contaminações.
O repouso domiciliar deve ser respeitado com rigor por pelo menos 3 semanas. Atividades como dirigir só serão retomadas após 30 dias e os exercícios físicos serão liberados em um prazo de 45 a 60 dias.
Um período de aproximadamente 3 meses é necessário para que a paciente deixe de sentir quaisquer sensações de desconforto ou estranheza ao sentar-se.
Em nenhuma hipótese poderá ser utilizada a musculatura das nádegas para aplicações de medicamentos intramusculares (injeções) após a inclusão dos implantes de silicone, sob risco de ocorrerem perfurações dos mesmos.

Onde ficam as cicatrizes? Poderei usar roupas de banho?
A cicatriz da gluteoplastia com prótese é muito discreta e ficando totalmente coberta mesmo com roupas de banho bem curtas. Sua localização é a área entre os glúteos, sobre o osso cóccix, o chamado sulco interglúteo.

É verdade que essa cirurgia põe em risco o nervo ciático e pode causar dores crônicas nas regiões glútea e posterior das pernas?
Os implantes de silicone utilizados na região glútea são colocados entre os músculos presentes nessa região (entre as fibras do músculo glúteo máximo) que são espessos e fazem a completa e total proteção do nervo ciático. Quando a cirurgia é realizada com a técnica adequada e por cirurgião plástico devidamente habilitado e treinado, a segurança deste tipo de procedimento é muito grande.