Conheça Manaus

/Conheça Manaus
Conheça Manaus 2018-05-14T15:50:11+00:00

Verdadeira metrópole construída no seio da Floresta Amazônica, às margens da confluência dos rios Negro e Solimões, a capital do estado do Amazonas é a maior, mais populosa e mais importante cidade da região norte do país.

HISTÓRICO
Fundada em 1669 com a construção do Forte São José da Barra do Rio Negro, foi elevada a categoria de vila somente em 1832, data em que recebeu o nome de Manaus em homenagem à nação indígena dos Manaós.
Em 1848 foi legalmente transformada em cidade com o nome de Cidade da Barra do Rio Negro. Readquiriu seu nome atual em 1856.
Entre os anos de 1890 e 1910, a cidade de Manaus experimentou uma verdadeira explosão de crescimento impulsionada pela extração e comercialização internacional da borracha, sendo esse período conhecido historicamente como a fase áurea da borracha. Houve intensa migração e imigração, surgimento de grandes construções – como o luxuoso Teatro Amazonas – e diversas áreas do conhecimento apresentaram notável desenvolvimento.
Após a queda da borracha, Manaus passou por um longo período de abandono até o final da década de 60 quando foi criada a Zona Franca de Manaus, trazendo novo ânimo econômico à cidade e iniciando, de forma definitiva e irreversível, a consolidação da capital do Amazonas como a grande referência metropolitana da região norte do país.

EDUCAÇÃO E SAÚDE
Manaus ocupa hoje o terceiro lugar do país em número de alunos matriculados na rede pública de ensino sendo superada apenas por São Paulo e Rio de Janeiro, as capitais mais ricas do Brasil.
A tradição em educação e saúde começou a ser estabelecida desde o início do século XX, durante a fase áurea da borracha, quando Manaus se tornou referência internacional das discussões sobre doenças tropicais, saneamento e saúde pública. Também nesta época (1909) foi fundada a Escola Universitária Livre de Manaós, primeiro nome dado à atual Universidade Federal do Amazonas (UFAM) que sustenta o status de ser a primeira fundada no país.
Na área da saúde, a Fundação de Medicina Tropical do Amazonas (FMTAM) é referência mundial em pesquisa e combate às doenças tropicais, recebendo visitas de grupos internacionais que buscam os conhecimentos adquiridos durante quase um século de atividades científicas e práticas desenvolvidas neste campo das ciências da saúde.

ECONOMIA
Dona do 7o maior PIB do país (1,4% do total), a cidade de Manaus aparece entre as 50 melhores cidades para fazer negócios na América Latina (Revista América Economia) e tem um dos maiores pólos industriais do Brasil.
A Zona Franca de Manaus (ZFM) é um centro financeiro que integra todos os estados da Amazônia Ocidental promovendo desenvolvimento sustentável com proteção ambiental. Merecem destaque as indústrias de produtos eletrônicos (celulares, televisores, computadores), a área da construção civil e o turismo.

TURISMO
Manaus é uma das cidades turísticas brasileiras mais conhecidas mundialmente. A imensa riqueza e variedade de vegetação, fauna e outras belezas naturais características da região Amazônica, fazem dessa cidade um lugar único para ser visitado. Alguns dos principais pontos turísticos são:
– Teatro Amazonas
– Encontro das Águas (Rios Negro e Solimões)
– Praia da Ponta Negra
– Hotéis e Resorts construídos no meio da Selva Amazônica
– Vila Olímpica de Manaus
– Parques Ecológicos (Mindu, Bilhares, entre outros)
– Centro Histórico de Manaus
– Museu do Índio
Além de todas essas atrações, ainda há a cidade de Presidente Figueiredo, localizada a aproximadamente 90 Km da capital com diversas cachoeiras e grandes áreas verdes para passeios e ecoturismo.

CULINÁRIA
Os pratos típicos da cozinha manauara utilizam o peixe como ingrediente principal. Merecem destaque o tambaqui e o pirarucu que possuem um sabor encorpado e compõem receitas muito apreciadas tanto pelos moradores locais quanto pelos grandes contingentes de turistas brasileiros e estrangeiros que visitam Manaus anualmente. Outros destaques são a tapioca (tipo de crepe feito com goma de mandioca) e o tucumã com presença garantida nos chamados “Cafés Regionais”.
Entre as frutas, o cupuaçu, com seu sabor único, está presente em sucos e doces. Outras frutas típicas da região norte são o açaí, o cajá (taperebá), a graviola, abiu, pupunha, entre outras.

ALFÂNDEGA
Inaugurado em 1906 e utilizando matéria-prima da Inglaterra, foi um dos primeiros prédios a ser construído no Brasil com blocos em pedra.
Horário: Seg/Sex – 8h às 12h e de 14h às 16h
Rua Marquês de Santa Cruz, s/n – Centro.
Fone: (92) 3622-3025

BOSQUE DA CIÊNCIA
Localizado na sede INPA, possui uma grande área rica em vegetação e animais da amazônia.
Horário: Seg/Sex 9h às 12h/14h às 17h – Sáb./Dom. 9h às 16h – É Pago
Av. André Araújo, 1756 – Aleixo
Fone: (92) 3643-3135

CENTRO DE ARTES CHAMINÉ
No passado foi uma importante estação de tratamento de esgotos, responsável por toda a cidade. Hoje, representa um importante espaço para apresentações /exposições de arte.
Horário: Segunda a Sábado, das 9h às 17h.
Av Lourenço da Silva Braga – Centro
Fone: (92) 3633-3026

CENTRO CULTURAL PALÁCIO RIO NEGRO
Por muitos anos, foi sede do Governo Estadual. Atualmente é palco de exposições, shows musicais e teatro.
Horários: Segunda a Quinta, das 9h às 17h. Sexta das 9h às 19h.
End.: Av. 7 de Setembro, 1546. – Centro
Fone: (92) 3232-4450

CENTRO CULTURAL DOS POVOS DA AMAZÔNIA
Área destinada ao conhecimento, exposições, artes, peças teatrais, reuniões, festivais.
Horários: Terça a Sexta e domingos de 9h às 14h.
End.: Praça Francisco Pereira da Silva, s/n° (Bola da Suframa) – Crespo
Fone: (92) 2125-5300
http://www.povosdamazonia.am.gov.br

ENCONTRO DAS ÁGUAS
O rio Amazonas é formado do encontro entre os Rios Solimões (uma água barrenta) e Negro (água escura), forma-se o Amazonas propriamente dito.
A explicação para o fenômeno que gera esse belo espetáculo pode estar nos fatores densidade, temperatura e velocidade muito diferenciados entre os dois rios.

IGREJA DE SÃO SEBASTIÃO
Construída em 1888, faz parte da Praça São Sebastião e do Teatro Amazonas.
End.: Praça São Sebastião – Centro

IGREJA MATRIZ DE N. Sra. DA CONCEIÇÃO 
Contruída em 1695, é a primeira igreja construída em Manaus. Em 1850 sofreu um incêndio e em 1878 teve finalmente sua conclusão. Possui 6 sinos de origem portuguesa.
End.: Praça Oswaldo Cruz, s/n – Centro

JARDIM BOTÂNICO – ADOLPHO DUCKE 
Trilhas com guias, Biblioteca, exposições, educação ambiental, Produção de mudas.
Horário: De terça-feira a domingo, das 8h às 18h.
End.: Rua Uirapuru, s/n – Cidade de Deus

MERCADO MUNICIPAL “ADOLFO LISBOA”
Uma réplica do mercado em Paris “Les Halles”. Principal porta de entrada na cidade da produção pesqueira e rural do estado.
Rua dos Barés, s/n
Fone: (92) 3234-8441

MONUMENTO COMEMORATIVO A ABERTURA DOS PORTOS
End.: Praça São Sebastião – Centro (em frente ao Teatro Amazonas)

PALÁCIO DA JUSTIÇA
Prédio onde funciona o Tribunal da Justiça do Estado, também construído em estilo neoclássico, foi inaugurado em 1900, e suas características arquitetônicas lembram as construções do 2º Império Brasileiro.
End.: Av. Eduardo Ribeiro – Centro

PORTO DE MANAUS
Projetado e construído pelos ingleses, é uma interessante obra de engenharia, oscilando com a subida e descida das águas do Rio Negro. Inaugurado em 1902.
Rua Taqueirinho, 25 – Centro
Fone: (92) 3622-1330

PARQUE MUNICIPAL DO MINDU
End.: Av. Perimetral Leste – Parque Dez

PRAIA DA PONTA NEGRA
Principal ponto jovem de Manaus. No calçadão é possível caminhar, praticar esportes diversos, ver apresentações da dança local (Boi) em bares especiais.
Estrada da Ponta Negra

RELÓGIO MUNICIPAL
Construído para comemorar o centenário da elevação de Manaus à categoria de cidade. Importado da Suiça a obra foi concluída em 1927.
Localizado na Av. Eduardo Ribeiro, próximo a Igreja da Matriz.

RESERVATÓRIO DO MOCÓ
Inaugurado 1899. Possui uma estrutura interna de ferro importado da Inglaterra.
End.: Praça Chile – Nossa Senhora das Graças

TEATRO AMAZONAS
Construído em plena floresta amazônica, na época do Ciclo da Borracha, o Teatro Amazonas é uma das mais belas obras e referência da cultura no estado do Amazonas.
Horário: Segunda a Sábado, das 9h às 17h.
Ingresso: R$ 10,00 por pessoa.
Praça São Sebastião, s/n – Centro
Fone: (92) 3622-1880

ZOOLÓGICO DO CIGS
O Zoo do Cigs é o maior centro de animais da região amazônica. Abriga desde onças, até pássaros. Confira as imagens!
Horário: Terça/Domingo, 9h30 às 16h30
Estrada da Ponta Negra, 750 – São Jorge
Fone: (92) 3625-2044