Tamanho da letra
 

Mentoplastia - Cirurgia do Queixo

 

 Facial
 
 Corporal
Pós Cirurgia Redução de Estômago
 

O mento ou queixo (como é mais conhecido) é um dos componentes mais importantes do contorno facial. Localizado na região inferior do rosto, pode, tanto em uma vista frontal quanto no perfil, ser o responsável por uma fisionomia mais delicada ou mais agressiva de acordo com seu tamanho, projeção e relação de proporcionalidade com os demais elementos que compõem as linhas faciais.
A mentoplastia é a cirurgia estética do queixo e pode ser realizada tanto para aumentá-lo quanto para diminuí-lo. Na mentoplastia de aumento podemos usar materiais chamados aloplásticos (próteses) que podem ser de silicone e, mais recentemente, de polietileno poroso (MEDPOR), que simula o osso. Também podemos realizar o aumento do queixo apenas através de um avanço do próprio osso em um procedimento conhecido como osteotomia basilar. Nos casos em que está indicada a diminuição do queixo para harmonizar o perfil facial, basta retirar uma parte o osso.

Quem é candidato a mentoplastia?
Indicamos e realizamos a mentoplastia em pacientes que, após completado o crescimento ósseo da face, estejam insatisfeitos com o tamanho e/ou a forma de seu queixo ou ainda não gostem do seu perfil facial. Contudo, a insatisfação do paciente é só o início de um minucioso estudo que necessita ser feito através de diferentes análises de medidas e proporções de todos os componentes do perfil facial e não apenas do mento. Isto significa dizer que nem todo paciente que chega ao consultório de Cirurgia Plástica insatisfeito com seu queixo tem indicação de realizar a mentoplastia.

Onde são feitas as incisões? Ficam cicatrizes?
As incisões (cortes) são feitos sempre na parte interna da cavidade oral (boca) e, portanto, não deixam quaisquer cicatrizes visíveis.

Qual tipo de anestesia? Quanto tempo demora a cirurgia?
Anestesia geral. A mentoplastia quando feita isoladamente demora cerca de 60 a 90 minutos variando de acordo com a técnica escolhida. Contudo, é muito comum que a mentoplastia seja realizada de maneira conjunta com a rinoplastia (cirurgia do nariz) visto que o perfil facial deve sempre ser analisado como um todo, desde a fronte (testa) até o queixo, passando obrigatoriamente pelo nariz, para que sejam definidas proporções adequadas e harmoniosas. Nestes casos, onde fazemos rinoplastia e mentoplastia combinadas, o tempo cirúrgico é de aproximadamente 3 horas.

Como é o pós-operatório? Dói muito? Posso me alimentar normalmente?
A dor é um sintoma praticamente inexistente no pós-operatório da mentoplastia. Ao contrário, o que normalmente se observa é uma dormência na região do queixo que vai melhorando gradualmente em período de tempo que pode chegar a 6 meses. Nas primeiras 2 ou 3 semanas há um grande inchaço na região que pode ser minimizado com uso de compressas geladas.
A alimentação merece especial atenção e as condutas são muito variáveis. Na primeira semana, costumamos restringir os alimentos a líquidos e compostos batidos para que não haja nenhum tipo de esforço mastigatório. Após a retirada dos pontos (aproximadamente 12 dias), reintroduzimos os alimentos cozidos e de fácil mastigação e ao final da terceira semana o paciente já está apto a comer praticamente todos os tipos de alimentos.

O resultado é bom?
Os bons resultados, em quaisquer procedimentos cirúrgicos, e em especial na mentoplastia, começam a ser construídos ainda na fase pré-operatória, ou seja, durante o planejamento cirúrgico. A análise facial completa e pormenorizada, feita por cirurgião plástico capacitado, através de medidas tomadas durante o exame clínico, em fotografias de tamanho natural e exames de raios-X, permite a correta simulação do perfil ideal a ser atingido após a cirurgia. Com metas bem definidas (até os milímetros), podemos minimizar os erros tornando as chances de sucesso e satisfação muito grandes.

 
 

Endereço: Rua b3, Quadra i, Nº 06,  Conjunto Adrianópolis - Bairro: Adrianópolis - CEP: 69057-670  - Manaus-AM - Brasil
Telefone: +55 (92) 3236-5110

Copyright © Dr. Renato Gallo - Todos os direitos Resevados